Brasil x Argentina pela final da Copa América 2021 | Imagem: © Copa América/Divulgação
Em partida histórica, Argentina é campeã da Copa América

Em partida histórica, Argentina é campeã da Copa América

Aos 34 anos, Lionel Messi conquista seu primeiro título pela seleção. E se emociona, como nunca visto

Não era para menos. Para a imprensa argentina, foi o "Maracanaço argentino", numa referência à derrota da seleção brasileira diante no Uruguai, em 1950, em pleno Maracanã. "As festas se multiplicam e viajam do Rio de Janeiro para todo o território nacional, porque a emoção de Lionel Messi é contagiante. Com atraso, chegou a recompensa que ele tanto sonhava e merecia" estampou o La Nación, principal jornal de Buenos Aires.

A seleção campeã do torneio também comemorou o fim dos 28 anos de jejum sem nenhum título argentino. Em compensação, a seleção brasileira não sofria uma derrota desde novembro de 2019, quando perdeu justamente para a Argentina em um amistoso. Perder ontem em pleno Maracanã foi um baque para todo o time, visivelmente abatido após o árbitro decretar o fim do jogo. Neymar puxou a fila, e caiu em prantos.

Encerrada a batalha, não dá para crucificar o time brasileiro por perder essa para seu maior adversário sul-americano. Os jogadores, no geral, desempenharam seu papel. Inclusive Neymar, que correu, serviu seus companheiros e chutou a gol. O resultado de 1x0 (Di Maria, no primeiro tempo), no entender dos jornalistas especializados, foi justo. E a arbitragem soube conter os excessos dos dois lados. Ontem, ganhou o melhor em campo. E Messi, seis vezes o melhor do mundo, fez a sua merecida festa.


Ir para IPO News