"Asas da Ambição"-"Kus Uçusu", Turquia, 2022 Direção: Deniz Yurulmazer, Netflix |
''Asas da ambição'', um filme turco, por Eleonora Rosset

''Asas da ambição'', um filme turco, por Eleonora Rosset

Esse filme fala sobre ambição e inveja destruidora para se conseguir o que se quer. Estamos em Istambul, Turquia, mas poderia ser qualquer outro lugar no mundo

Nos estúdios de uma emissora de televisão em Istambul, vamos conhecer uma famosa jornalista, Lale Kiran (Birce Akalay) que é âncora de um programa diário de notícias e entrevistas que tem grande audiência.

Ela, além de possuir o dom de encantar por sua beleza e elegância, merece a confiança de seus fãs. É uma jornalista que tenta sempre passar a verdade dos acontecimentos em seu programa. Para que isso aconteça, ela faz uma reunião diária com sua equipe para escolher as pautas, que ela exige que sejam checadas antes de serem aceitas como as manchetes do programa.

Seu diretor é Keran Sezgin (Ibrahim Celikkol), que já tivera um namoro com Lale no passado. Parece que ele ainda alimenta esperanças de ficar com ela. Mas Lale interpreta como amizade o carinho que ele tem por ela.

Lale é casada com Selim Kiran (Burak Yamantur) e eles tem duas filhas pequenas. O problema é que Lale tem pouco tempo para passar com a família. Selim, que tem um restaurante, cuida das filhas e é um ótimo pai e marido amoroso. Mas há no fundo uma mágoa, que ele não mostra, porque preza o amor de Lale e não quer perdê-la.

No dia de uma primeira reunião dela com os novos estagiários, Lale vai ao banheiro e encontra uma garota que, ao vê-la, tem um olhar de admiração e surpresa:

"- Não acredito que estou vendo você, Lale! Sou a pessoa que mais ama você nesse mundo! Eu vim aqui só para te conhecer!"

"- Se você quer ser jornalista, procure notícias, não pessoas", responde Lale com uma certa irritação.

Mal sabia ela que a garota que a encarava iria ser uma provocadora. Mais que isso, Asli Tuna (Miray Daner) vai desempenhar o papel de falsa amiga com todos naquele estúdio e fará cair um por um, até que fica com o ambicionado lugar de assistente de Lale.

Vamos assistir a uma trama que envolve ambição, inveja destrutiva, simulação, mentiras e uma vontade de brilhar e ter fama, custe o que custar.

Meriç Acemi escreveu o roteiro e tinha nas mãos um bom material para criar suspense. Mas não seguiu esse caminho. Concentrou-se nas artimanhas de Asli para derrubar Lale e ser sua sucessora no programa "Por outro lado".

Há um narrador em "off" que usa de metáforas para descrever os movimentos de Lale e Asli. A jornalista seria o leão, rei da selva, distraído do perigo, já que não tem predadores. Mas esquece de olhar para cima onde voam os corvos que só esperam uma situação de fragilidade para atacar. Porque os leões quando brigam entre si, ficam vulneráveis e ali será o momento em que, desatentos, perdem o trono.

A série é bem fotografada, as roupas de Lale são elegantes e clássicas, as de Asli modernosas e até de mau gosto.

O conflito de gerações mostra que há um esvaziamento no jornalismo sério em troca da fama instantânea das "fake news".

Há um distante lembrete de que estamos na Turquia de Erdogan, o presidente que se mantém no poder desde 2014, tido como pouco amigo de jornalismo livre de censura.

"Asas da Ambição" é entretenimento bem produzido mas facilmente esquecível.


(O trailer está no meu blog www.eleonorarosset.com.br )

Ir para IPO News