Imagem: RICARDO STUCKERT E NELSON ALMEIDA/AFP
Lula mantém liderança para 2022, indica Modalmais/Futura Inteligência

Lula mantém liderança para 2022, indica Modalmais/Futura Inteligência

Em um provável segundo turno para a eleição presidencial do ano que vem, o candidato do PT derrotaria Jair Bolsonaro (sem partido) por 49,2% a 37,4%, indica a nova pesquisa. A novidade é que o ex-juiz Sérgio Moro desalojou Ciro Gomes do terceiro lugar, no primeiro turno.

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva segue liderando, a exemplo das últimas pesquisas, a corrida para o Palácio do Planalto em 2022. Em trabalho divulgado hoje pela Modalmais/Futura Inteligência, o instituto mostra tendência de estabilização dos dois principais candidatos - Lula e Jair Bolsonaro - a queda do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o surgimento, no terceiro lugar, do ex-ministro Sérgio Moro (Podemos).

É o primeiro levantamento feito por esse instituto depois de formalizada a filiação de Moro ao Podemos, no último dia 10/11. Foram entrevistados dois mil eleitores, por telefone, entre os dias 16 e 20 de novembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais e o intervalo de confiança, de 95%.

No primeiro cenário apresentado, Lula tem 38,6% das intenções de voto, ante 32,4 de Jair Bolsonaro, 11,9% de Moro, 6,2% de Ciro, 1,8% de Guilherme Boulos (PSOL) e 1,4% de Eduardo Leite (PSDB). No segundo cenário, com substituição do candidato tucano, Lula lidera com 37%, contra 30,8% de Bolsonaro. Moro vem a seguir, com 13,6%; Ciro, com 7,5%; Boulos, com 2,1%; e João Doria (PSDB), com 1,9%.

Em um grupo mais enxuto de nomes, Lula se apresenta com 42,3%, contra 32% de Bolsonaro. Moro surge na sequência, com 16%; e Eduardo Leite, em quarto lugar, com 2,5%. Com a troca do nome tucano, o candidato do PT passa a ter 42,6%, seguido por Bolsonaro, com 31,7%. Moro, com 16,3%; e Doria, com 3,1%. O levantamento também levou em conta um cenário com apenas três candidatos: Lula, Bolsonaro e Moro. Nesse caso, o petista atinge 43,4%; o atual presidente 32,7%; e o ex-juiz, 17,4%.

Enquanto Sérgio Moro se firma na terceira posição no primeiro turno, a pesquisa aponta uma queda generalizada de Ciro Gomes nos principais cenários, em comparação à rodada anterior, divulgada em 27 de outubro. No cenário mais provável de segundo turno, Lula derrotaria Bolsonaro por 49,2% a 37,4%. O atual presidente, por sua vez, bateria Ciro Gomes um uma eventual disputa: 40,9% a 39,9%. Neste caso, entretanto, há um empate técnico.

Também há equilíbrio em uma projeção entre Moro e Bolsonaro para o segundo turno. O ex-juiz tem 38,8%, contra 35,7% do ex-capitão. Moro, por sua vez, perderia para Lula por 46,6% a 33,6%, mas, em compensação, derrotaria Ciro por 38,2% a 31,2%.


Ir para IPO News