Segundo semestre tem maratona de IPOs na B3

Segundo semestre tem maratona de IPOs na B3

Somente em julho, 16 empresas devem anunciar a precificação de suas ações; cinco delas esta semana

Até o final do mês, 16 empresas devem anunciar a precificação de suas ações, promovendo a abertura de capital na Bolsa de Valores de São Paulo. Ontem, dia 12/7, a rede de academias Smart Fit divulgou o seu preço, que ficou em R$ 23,00 a unit, com previsão de movimentar mais de R$ 2,5 bilhões. Hoje é a vez da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), numa maratona que, apenas esta semana, contará com a mesma iniciativa da Intercement (dia 14), Multilaser (dia 15) e Méliuz (follow on dia 15).

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, as ofertas públicas de ações devem alcançar novos recordes ao longo do ano. A estimativa é que as operações somem de R$ 200 a R$ 250 bilhões até o fim de 2021 - o que pode significar o dobro do registrado em 2020 (R$ 117,5 bilhões). Só neste ano já foram lançados 29 IPOs, superando os 28 feitos em todo o ano passado. Também foram feitas 16 ofertas subsequentes de ações (follow on), ante 23 em 2020.

Somente na rodada de julho, três grandes empresas regionais de telecomunicações farão suas precificações e IPOs. Desktop, Brisanet e Unifique preparam-se para expansão territorial e para a chegada da telefonia celular 5G, em um movimento que também atrai uma quarta provedora, a Vero, da Vinci Partners, a próxima, nessa sequência, a abrir capital.

O segmento cimenteiro também se apresenta, com os IPOs de Intercement e depois da CSN Cimentos, que acaba de comprar uma concorrente, a Elizabeth Cimentos. Comércio eletrônico é outra área em destaque. Ontem, a varejista de comércio eletrônico Privalia divulgou prospecto de sua oferta pública, com faixa indicativa de preço definida entre R$ 16,30 e R$ 18,10. Considerando o ponto médio da faixa, de R$ 17,20, a operação poderá movimentar em torno de R$ 1 bilhão, estima o site Money Times. A definição do preço se dará no próximo dia 20/07.

A semana começou com o lançamento das ações da 3tentos (TTEN3), empresa de agrobusiness do interior do Rio Grande do Sul que levantou R$ 1,35 bilhão, precificando suas ações a R$ 12,25. Os ativos abriram com um significativo ganho, de 5,71%, fechando o pregão de ontem com queda de 1,22%, a R$ 12,10. Exemplo que define bem os ajustes que o mercado providencia a partir da precificação inicial e lançamento dos papéis pelos acionistas.

Ir para IPO News