VIX: Por que a Volatilidade Pode Disparar a Qualquer Momento

VIX: Por que a Volatilidade Pode Disparar a Qualquer Momento

Por Michael Kramer

Este artigo foi escrito exclusivamente para o Investing.com. Publicado originalmente em inglês em 23/04/2021

Os níveis de volatilidade medidos pelo índice VIX estão em queda. Os dados atingiram recentemente seu patamar mais baixo desde o crash da pandemia em março de 2020. Mas não precisa dizer isso aos traders de opções, porque eles estão apostando em uma alta vertiginosa dos níveis de volatilidade, capaz de fazer o VIX subir muito mais.

Como o S&P 500 subiu com base na euforia cerca de 7% desde 26 de março, o VIX acabou despencando. O índice VIX está preso em torno de 20 por um longo tempo. No início de abril, começou a fazer um rompimento para baixo, caindo para 16 em meados do mês, seu patamar mais baixo desde fevereiro de 2020.




Aposta na alta da volatilidade

A forte queda no VIX atuou como um vento favorável para o mercado de ações, fazendo as ações atingirem novos recordes. Mas agora os traders de opções parecem apostar que o VIX terá uma reversão significativa e passará a subir forte. Em 8 de abril, as posições em aberto nas opções de compra (calls) a 25 e 40 para 21 de julho tiveram um aumento de mais de 235.000 contratos. Tudo leva a crer que seria uma transação de spread. As calls a 25 foram compradas em torno de US$ 3,30 por contrato, enquanto as calls a 40 foram vendidas a cerca de US$ 1,30 por contrato. Isso sugere que o VIX pode ser negociado acima de 27, mas abaixo de 40, até a data de expiração.

As calls a 20 para 15 de setembro mostraram grande atividade em 19 e 20 de abril, com as posições em aberto subindo de forma combinada 20.000 contratos. Essas calls foram compradas por um valor entre US $6,40 e 6,80 por contrato. Isso sugere que o VIX pode ser negociado em torno de 27 até meados de setembro.

Por fim, em 20 e 21 de abril, as posições em aberto nas calls a 60 para maio registraram alta de 20.000 contratos por dia. Essa aposta foi muito menor, já que as calls foram compradas em torno de US$ 0,25. Essa seria uma forma barata de um trader ficar comprado em volatilidade antes do movimento de alta.

Tudo isso sugere que os participantes do mercado de opções estão buscando maior volatilidade nas próximas semanas e meses. Muito provavelmente aproveitando-se do recente declínio do VIX para comprar volatilidade a preços mais baixos.

Estranha divergência



O mais interessante é que o CBOE Vix Volatility (VVIX), que mede a volatilidade implícita do VIX, registrou alta recentemente. Isso acontece apesar de o índice VIX estar caindo. A estranha divergência indica que os níveis implícitos de volatilidade estão em alta, apesar da calmaria no mercado acionário e da queda do VIX.

Mais recentemente, vimos essas duas medidas de volatilidade divergirem. Geralmente, o índice VIX segue a tendência do índice VVIX e passa a subir. A última vez em que vimos algo assim aconteceu no fim de setembro, quando o VVIX começou um movimento de alta, enquanto o VIX estava consolidado. Por fim, o S&P 500 acabou caindo cerca de 9% de 12 a 30 de outubro.

Com o mercado registrando recordes atrás de recordes recentemente, ficou fácil perder de vista que as ações também podem cair. Mas, em algum momento, a volatilidade deve acelerar, e isso significa que as ações podem se desvalorizar. Ao que tudo indica, isso deve acontecer mais cedo do que se imagina.

Investing.com
https://br.investing.com/analysis/vix-por-que-a-volatilidade-pode-disparar-a-qualquer-momento-200441512

Ir para IPO News