Restos do Tesla após o acidente no Texas |
Tesla: acidente com carro 'sem motorista' mata 2 pessoas nos EUA

Tesla: acidente com carro 'sem motorista' mata 2 pessoas nos EUA

Dois homens morreram no sábado (17/04) depois que um carro da Tesla bateu em uma árvore e pegou fogo no Texas. A polícia acredita que não havia ninguém no banco do motorista no momento do acidente - e que o carro estaria funcionando com um sistema de piloto automátic".

O Tesla Model S 2019 estava viajando em alta velocidade quando não conseguiu fazer uma curva em uma estrada sinuosa.

As vítimas, ambas na casa dos 50 anos, foram encontradas no banco do passageiro da frente e no de trás.

A Tesla não respondeu ao pedido de comentários feito pela BBC.

As evidências sugerem que "ninguém estava dirigindo o veículo no momento do impacto", disse Mark Herman, policial do Distrito 4 de Harris County, acrescentando que o caso ainda estava sob investigação.

Não está claro se o recurso "Autopilot" (ou piloto automático) do Tesla estava em uso.

Análise de Theo Leggett, repórter da BBC News

O que Tesla chama de piloto automático é, na verdade, um sistema de direção semiautônomo que pode guiar um carro em circunstâncias limitadas. Uma versão mais sofisticada, chamada "full self-driving" ("direção completamente autônoma"), deve ser lançada ainda este ano.

Mas, na verdade, nenhum desses dois sistemas oferece uma direção autônoma 100% completa, como se poderia imaginar pelo nome.

A própria Tesla afirma que o motorista humano deve estar totalmente alerta e no controle do veículo tempo todo - e incluiu sistemas em seus carros que supostamente garantem que eles mantenham as mãos no volante.

Mesmo assim, procurando nas redes sociais não é difícil encontrar vídeos de motoristas da Tesla dormindo ao volante ou mesmo passando para o banco de trás. O mau uso do sistema foi associado a alguns incidentes com vítimas fatais.

Críticos - incluindo o grupo britânico de pesquisa em segurança automotiva Thatcham - dizem que os termos que a Tesla usa para descrever o seu sistema (que na prática é um sistema de assistência ao motorista, e não um piloto automático) são enganosos e encorajam esse tipo de comportamento perigoso.

Na Alemanha, a empresa já foi proibida de usar os termos "piloto automático incluído" e "potencial total para direção autônoma" em seus materiais publicitários.

Carros autônomos

Elon Musk, o presidente-executivo da Tesla, já expôs sua ideia de carros "totalmente autônomos" a serem disponibilizados este ano.

Mas no mês passado, a Administração Nacional de Segurança de Tráfego Rodoviário dos EUA abriu investigações sobre 27 acidentes envolvendo veículos Tesla.

Em um incidente relacionado nesta segunda-feira, uma proprietária de Tesla subiu em um carro no Salão do Automóvel de Xangai para protestar que o "freio perdeu o controle", informou a Bloomberg.



Uma série de incêndios também ocorreram envolvendo o Modelo S.

Em 2018, um carro Tesla dirigido pelo diretor de TV britânico Michael Morris explodiu em chamas, após outro incidente envolvendo um modelo Model S na França em 2016.

Vários incêndios relacionados a carros Tesla Model S ocorreram em 2013.

BBC
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-56806154

Ir para IPO News