Imagem: Divulgação
Hollie Doyle conquista a 1ª vitória de uma joqueta em prova de grupo na Europa

Hollie Doyle conquista a 1ª vitória de uma joqueta em prova de grupo na Europa

Hollie Doyle, uma inglesa de 27 anos, casada com o também jóquei Tom Marquand, conquistou a primeira vitória de uma joqueta na história do Prix de Diane Longines (G.1) e de todas as provas de Grupo 1 na Europa. O clássico foi disputado neste domingo, dia 19, no hipódromo de Chantilly, nos arredores de Paris. A ganhadora Nashwa derrotou La Parisienne e Rosacea no tempo de 2'06"63 para os 2.100 metros, na pista de grama.

Nashua é uma potranca de três anos com nome bem parecido ao do famoso cavalo e reprodutor da Godolphin, Nashwan, já desaparecido. A filha de Frankel e Princess Loulou, por Pivotal, é de criação da Blue Diamond Stud Farm (Inglaterra) e propriedade de Imad Al Sagar, do Kwait, também o dono de Authorized, vencedor do Epsom Derby.



Hollie Doyle é saudada ainda na raia e depois pelo marido, o jóquei Tom Marquand

A campeã do Diane acumula agora três vitórias em apenas cinco apresentações. No início de junho, tinha conquistado um importante terceiro lugar no Epsom Oaks (G.1), para Tuesday e Emily Upjohn, e foi pilotada na ocasião pela mesma Hollie Doyle.

A joqueta inglesa disse ao jornal Sky Sport Racing: "Eu tenho muita sorte! É um grande privilégio, absolutamente incrível". Segundo ela, "a performance de Nashwa foi inacreditável, e eu só posso agradecer Imad Al Sagar (proprietário), John Gosden (treinador) e todos da Clarehaven que trabalharam muito por essa potranca".

O treinador Thady Gosden, que trabalha junto de seu pai, o veterano John Gosden, revelou ao jornal especializado DRF que Hollie Doyle "é uma fabulosa joqueta e muito séria em seu trabalho".

Ir para IPO News