Imagem: Divulgação
Duratex, agora Dexco, estrutura mudanças do seu negócio

Duratex, agora Dexco, estrutura mudanças do seu negócio

A nova Duratex, agora rebatizada de Dexco, pode deixar de ser uma empresa tradicionalmente da indústria para se aventurar no varejo. A companhia anunciou a aquisição de uma participação minoritária na ABC da Construção, uma das maiores redes do varejo de acabamentos do Brasil, com mais de 150 lojas distribuídas por todo o País.

Fundada em 1961 em São Paulo, a Duratex deu sinais de que está empenhada em acelerar novas tendências em seus negócios, saindo da posição de uma empresa orientada para a indústria para um negócio mais voltado às necessidades do consumidor. Segundo o BTG Pactual, em reportagem publicada pelo site Money Times, "esse movimento de transformação vem acontecendo há alguns anos, mas surgiram agora alguns resultados tangíveis".

Dentro dessa perspectiva de mudanças, a Dexco planeja investir pesado em todas as suas unidades ao longo dos próximos três anos. A Deca deve receber investimentos de R$ 1,1 bilhão, sendo R$ 600 milhões para a divisão de metais e R$ 550 milhões para louças sanitárias.

Para o segmento de revestimentos cerâmicos, a empresa deve investir R$ 620 milhões, com a construção de uma nova fábrica em Botucatu (SP), mesmo local onde ficava a operação de painéis de madeira, que foi parcialmente vendida para a Eucatex.

O segmento de madeiras tem previsão de receber investimentos de cerca de R$ 500 milhões, para aumentar a capacidade de produção e melhorar o mix do portfólio. Parte desses recursos devem ser direcionados para a expansão da base florestal da Dexco até 2026, principalmente no Nordeste do País.

Ir para IPO News