As comunidades online ofereceram um sentimento de pertencimento e intimidade em uma era pandêmica de tédio |
Solitárias e zangadas, multidões online continuarão sendo uma realidade perigosa

Solitárias e zangadas, multidões online continuarão sendo uma realidade perigosa

Grupos que impactaram as ações da GameStop e a invasão do Capitólio não devem parar

Por Drew Harwell - The Washington Post

O rally que supervalorizou as ações da rede de lojas GameStop em janeiro deixou claro o poder das multidões online. Desconfiada das grandes instituições e zangada com os poderes constituídos, uma multidão sem rosto havia coordenado uma estratégia poderosa o suficiente para impactar mercados e remodelar o mundo.

Com o impeachment de Trump e o forte entusiasmo das apostas em ações no passado, aqueles que estudam o efeito da ação coletiva online estão se perguntando para onde as comunidades online recentes podem direcionar seus exércitos daqui para frente. Eles dizem que sites e fóruns pouco fazem para intervir - e, no caso do Reddit, frequentemente celebram as ações como reflexos de seu crescente poder.

Essa abordagem direta poderia permitir que outros movimentos caóticos saíssem do controle. Assim, os especialistas estão pedindo mais responsabilidade corporativa, regulamentação pública e supervisão do setor para manter na linha comunidades potencialmente problemáticas.

A ex-CEO interina do Reddit, Ellen Pao, ecoou essa preocupação, observando que as empresas privadas que moldam e protegem esses movimentos se beneficiam financeiramente da distribuição viral e da devoção do usuário.

"Como você encoraja a humanidade e a autenticidade em um ambiente onde está recompensando o engajamento com base na indignação e no extremismo?" ela questionou.

Na gigantesca parte obscura da internet, esses grupos menores têm ganhado uma influência incrível: reunidos por valores e subculturas compartilhados, eles têm alimentado movimentos sociais com impacto no mundo real, desde os protestos Black Lives Matter até a Primavera Árabe.

As comunidades online há muito fomentam um espírito de equipe e ficam entusiasmadas com o que podem realizar quando agem de forma focada e impossível de deter. O Reddit e outros fóruns são famosos por "reunirem grupos com intenção de afetar outros" - coordenando hordas para se movimentarem de uma vez para deixar sua marca no mundo real.

A ação do WallStreetBets, como foram batizadas as ações sobre o mercado financeiro, e o motim do Capitólio marcaram o amadurecimento do poder da internet - não apenas como uma piada viral, mas como uma forma de distorcer a realidade, a política e bilhões de dólares em dinheiro do mundo real para seus próprios fins.

As comunidades online ofereceram um sentimento de pertencimento e intimidade em uma era pandêmica de tédio, ansiedade e solidão entorpecentes, dizem membros dos movimentos. Eles descrevem que se sentiram energizados pela raiva de inimigos comuns.

Alguns disseram que estavam famintos por uma conexão emocional e ansiosos por participar de uma cultura independente com sua própria língua, costumes e regras, o que parecia prometer a eles uma verdade especial que os de fora não entenderiam. E quando seus planos começaram a se firmar, eles ficaram entusiasmados.

Os movimentos também desenvolveram mecanismos de defesa para quando a realidade ameaçava se intrometer, ecoando teorias da conspiração sobre as elites políticas e financeiras.

Comunidades reais

A popularidade do WallStreetBets é particularmente fascinante, disseram três pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Geórgia que estudaram o fórum no ano passado, porque ele é praticamente projetado para ser desagradável.

Seus participantes constantemente trollavam e insultavam uns aos outros com uma linguagem grosseira cheia de memes, assim como faziam piadas em relação a como o fórum era mal administrado e como todos os demais eram burros. Os moderadores eliminaram ativamente os recém-chegados, e as postagens sobre apostas para perder dinheiro eram tão comuns e populares que se tornaram um subgênero: "Loss porn"(pornografia de perdas).

O Reddit orgulha-se de ter mais de 50 milhões de usuários ativos em um dia normal, disse a empresa em dezembro, e seu uso diário está crescendo mais rápido do que o Facebook. O WallStreetBets sozinho triplicou seu público nas últimas semanas - 9,1 milhões de "degenerados" agora participam dele, informa o subreddit - e em apenas dois dias no mês passado, o fórum foi visitado 500 milhões de vezes, disse um moderador ao jornal The Post.

"Não existe mais algo como 'apenas online'. Essas são comunidades reais", disse Jeremy Blackburn, professor de ciências da computação na Universidade Binghamton, em Nova York. "Eles têm sua própria mecânica de grupo, se divertem juntos e, quando se organizam assim ... a ideia central é: 'Meu Deus, gente, estamos fazendo algo acontecer'."

Mas a popularidade do Reddit levantou questões a respeito de como qualquer empresa pode domar uma colmeia tão livre.

O Reddit celebrou o rally do WallStreetBets como um triunfo para "os americanos comuns", dizendo em um anúncio do Super Bowl neste mês que "os azarões podem realizar quase tudo quando se unem em torno de uma ideia comum".

Mas a alta das "ações meme" trouxe suas próprias consequências sérias para os pequenos investidores que investiram dinheiro na GameStop em seu pico de US$ 483, apenas para ver seu preço despencar para cerca de US$ 50. Um estudante universitário que comparou o WallStreetBets a uma religião disse ao The Post que gastou milhares de dólares de sua poupança para a faculdade e agora está encarando um grande prejuízo.

Sinan Aral, diretor da Iniciativa de Economia Digital do Massachusetts Institute of Technology (MIT) e autor de The Hype Machine (A máquina de hype, em tradução livre), disse que as empresas de tecnologia devem repensar seus modelos de negócios, códigos e regras se esperam desviar os movimentos dos danos no mundo real.

Os sites, disse ele, devem medir e incentivar a ação positiva, não apenas a qualidade de ser viral, e devem monitorar mais de perto os algoritmos de recomendação de conteúdo.

Empresas como Facebook, Twitter e Reddit tradicionalmente abordam essa coação de forma fragmentada, silenciando hashtags problemáticas, suspendendo grupos fora de controle ou excluindo contas em massa, como o Twitter fez recentemente com 70 mil perfis que promoviam o QAnon.

Os legisladores federais têm tradicionalmente ficado de fora desses debates, com medo de pisar nos direitos da Primeira Emenda dos americanos. Mas isso efetivamente transferiu a responsabilidade de moderar a liberdade de expressão para um lote de empresas privadas, com incentivos e ideais conflitantes.

Nos EUA, "optamos por não restringir a fala, mas o que acabamos fazendo foi ceder o poder de tomar decisões sobre o discurso às empresas", disse Amy Bruckman, professora da Georgia Tech que estuda comunidades online. "O certo é que algum processo transparente e democrático tome a decisão", disse ela, não um negócio cujo principal "imperativo é maximizar o valor para o acionista". / TRADUÇÃO DE ROMINA CÁCIA

O Estado de S.Paulo
https://link.estadao.com.br/noticias/cultura-digital,solitarias-e-zangadas-multidoes-online-continuarao-sendo-uma-realidade-perigosa,70003661485

Ir para IPO News