5G estreia no país nesta quarta, com ativação de sinal em Brasília

5G estreia no país nesta quarta, com ativação de sinal em Brasília

A Claro é uma das operadoras prontas para estrear nesse dia, e já com uma estratégia de vendas e serviços preparada para atender os seus usuários.

A nova tecnologia do 5G estreia oficialmente esta semana, inicialmente em Brasília. A informação é de Moisés Moreira, conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que preside o Gaispi (Grupo de Acompanhamento das Obrigações da Faixa de 3,5 GHz). Esse grupo, que vai liberar a faixa de 3,5 gigahertz (GHz), foi o responsável, junto às operadoras, pela "limpeza" da faixa no ar por onde vão transitar as ondas da nova rede.

Depois do Distrito Federal, será a vez de Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS) e São Paulo (SP), segundo o conselheiro. A escolha de Brasília como ponto inicial do lançamento do sistema não foi aleatória. "Foi uma cidade onde tivemos toda cautela porque funcionará, de certa forma, como um piloto", informou Moisés Moreira.

A Claro já anunciou sua estratégia para o lançamento do sistema, pois participa dessa primeira intervenção em Brasília. A operadora garante que velocidade e latência devem ser melhoradas substancialmente por meio da combinação de espectros. Já existem 10 modelos de aparelhos habilitados para operar nas duas faixas de 5G, segundo a empresa, que lançará em conjunto com a Motorola modelos preparados para a rede 5G Standalone.

Segundo a Claro, não haverá o lançamento de planos específicos para os consumidores novos ou que já são clientes. O usuário que atualmente dispõe de um plano 4G e que tenha um dos 10 modelos de celular pronto para 5G que opere nas frequências de 3,5 GHz e 2,3 GHz (bandas N78 e N90), terá acesso fácil à rede. O nome comercial do novo produto será 5G+.

A operadora aposta também na oferta de serviços de valor adicionado, como streaming de vídeo, músicas e jogos, que estimularão os consumidores a gastar mais dados de suas franquias e com isso procurarem para planos mais robustos para dar conta da nova demanda.

O lançamento do 5G em Brasília cobrirá 80% da cidade, segundo informação da Anatel. A nova tecnologia na rede de 3,5 GHz chegará a áreas pontuais das chamadas cidades satélites, localizadas no entorno da capital, onde está concentrada a população de renda mais baixa.

A cobertura de 80% dos bairros mais nobres da Brasília será feita com base no alcance das antenas de 5G das operadoras Claro, TIM e Telefônica (Vivo), que terão a operação liberada nesta semana.

Ir para IPO News