Imagem: Divulgação
Após disputa de três semanas, Elon Musk compra Twitter por US$ 44 bi

Após disputa de três semanas, Elon Musk compra Twitter por US$ 44 bi

O bilionário naturalizado norte-americano Elon Musk consumou hoje a aquisição do Twitter por US$ 54,20 por ação, o que representa um negócio de US$ 44 bilhões. O preço por papel significa um prêmio de 38% ante a cotação de 1º de abril, um dia antes de o fundador da Tesla e da SpaceX anunciar o interesse em comprar a rede social.

Após a compra, aprovada por unanimidade pelo conselho de administração, Musk vai fechar o capital da plataforma de rede social com 16 anos de existência. Com isso, o Twitter deve ter sua política de moderação de conteúdo revista. Musk já declarou ser contra qualquer tipo de marcação de conteúdo indevido ou de suspensão de publicações, sob o argumento de que defende a liberdade de expressão.

A aquisição se deu por meio de uma oferta hostil - ou seja, não solicitada nem comunicada previamente aos acionistas -, que a princípio foi rechaçada pelos executivos da rede social. Mas o clima nas negociações mudou no último fim de semana, após Musk ter conseguido um financiamento de US$ 46 bilhões para viabilizar sua oferta.

Antes, o homem mais rico do mundo havia levado três 'nãos' em tentativa de obter liquidez para comprar a plataforma de mensagens rápidas. Além do empréstimo, Musk assegurou US$ 25,5 bilhões em dívida e empréstimos de margem e ofereceu US$ 21 bilhões em compromisso de capital, segundo informação do jornal Valor.

Nascido em Pretória, na África do Sul, com descendência canadense, Elon Musk tem 50 anos e se naturalizou cidadão norte-americano, já que mantém seus principais negócios nos Estados Unidos.

Ir para IPO News