Imagem: Divulgação
Djokovic tem visto cancelado e pode ser deportado da Austrália

Djokovic tem visto cancelado e pode ser deportado da Austrália

Mais de uma semana após Novak Djokovic ser barrado na entrada na Austrália por não ter se vacinado para Covid-19, o desfecho dessa autêntica "novela" poder ter sido decidido na madrugada desta sexta-feira, dia 14. O ministro da Imigração, Cidadania, Serviços a Imigrantes e Relações Multiculturais australiano, Alex Hawke, usou o seu poder pessoal para cancelar o visto do tenista número um do mundo, que está em Melbourne para disputar o Australian Open.

Com essa dura decisão, Djokovic agora corre o risco de ser deportado a qualquer momento da Oceania, colocando em jogo a intenção do atleta de 34 anos de conquistar o seu 10º título do Grand Slam australiano. Os advogados do atleta planejam entrar com recurso contra a decisão do ministro.

No começo da semana, o número um do mundo tentou explicar todo o ocorrido colocando a culpa em um assessor, que não teria preenchido corretamento o seu formulário de entrada no país. Negacionista da vacina, embora não assuma isso oficialmente, Djokovic agora se vê em maus lençóis após ter participado de eventos públicos, treinos abertos na Espanha e sessão de fotos e entrevista para o jornal francês L'Equipe, dia 18 de dezembro, em Belgrado. Tudo isso após ter sido testado positivo para Covid.

Ir para IPO News