Anéis olímpicos em frente ao Estádio Nacional de Tóquio, no Japão, nesta quarta-feira (20) | Imagem: Foto: Kim Kyung-Hoon/Reuters
Japão abre oficialmente os Jogos Olímpicos

Japão abre oficialmente os Jogos Olímpicos

Sem a presença de público, uma cerimônia tendo à frente o imperador Naruhito marcou hoje cedo a abertura oficial dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O estádio olímpico só não ficou vazio de todo por causa das delegações que deram um colorido à festa, além da tecnologia, arte e tradição que os japoneses são mestres.

A delegação do Brasil foi exceção ao se apresentar com apenas quatro atletas, mesmo tendo 302 representantes em todas as categorias esportivas do evento. O levantador do vôlei Bruninho e a judoca Ketleyn Quadros levaram a bandeira brasileira, acompanhados do chefe da missão olímpica do COB, Marco La Porta, e por um oficial administrativo. A quantidade menor de representantes contrastou com outras delegações bem mais numerosas como a da Argentina, que desfilou com cerca de 30 integrantes.

Como esta edição dos jogos apresenta protocolos rigorosos por conta da pandemia de Covid-19, o Comitê Olímpico Brasileiro cumpriu o que sempre defendeu, que foi a realização de uma cerimônia mais enxuta e com menor número de pessoas.

Apesar da cerimônia oficial ter sido realizada hoje, os jogos já acontecem há dois dias em Tóquio, inclusive com as boas estreias das seleções masculina e feminina de futebol. Hoje à noite tem mais atrações, como a estreia do vôlei masculino contra a Tunísia; o handbol masculino contra a Noruega; mais as disputas de esgrima, ginástica olímpica, judô, vôlei de praia masculino e feminino.

O futebol volta à cena neste sábado, às 8 horas (horário de Brasília), com a seleção feminina enfrentando a Holanda. Como as duas equipe golearam na estreia, a partida deve servir para ver quem fica com a primeira posição no grupo F. O jogo terá transmissão ao vivo pela Rede Globo e pelos canais a cabo SportTV e BandSports.

Ir para IPO News