Imagem: Reprodução
A disseminação da variante Delta no mundo e no Brasil

A disseminação da variante Delta no mundo e no Brasil

Segundo o Centro Europeu para a Prevenção e Controle de Doenças (ECDC), a variante Delta será responsável por 90% dos casos de Covid-19 registrados na região até o final de agosto. O alerta, divulgado ontem pelo jornal Valor, foi feito em um comunicado assinado em conjunto da Agência Europeia de Medicamentos (EMA). "A disseminação da Delta torna essencial que os países acelerem os programas de vacinação, incluindo a aplicação de segundas doses, para fechar as lacunas de imunidade e as oportunidades para o surgimento de variantes", informaram as duas entidades.

Detectada pela primeira vez na Índia, a variante Delta está se espalhando com rapidez por toda a Europa. Além da preocupação com a cepa Delta, EMA e ECDC também se pronunciaram sobre a combinação de diferentes vacinas e sobre a aplicação de doses de reforço. Mas, para as duas organizações, serão necessários mais estudos para fazer recomendações em ambos os casos.

A disseminação da variante Delta também tem alcançado outras localizações, além da Europa Central, como Rússia e Austrália, e países da Ásia e da África, informa a CNN Business. Em meio aos temores com a variante, um estudo publicado nesta semana pela revista científica The Lancet indicou que, depois da Pfizer, a vacina chinesa Coronavac entrou na lista de imunizantes com eficácia e segurança comprovada em crianças e adolescentes. Mas, diferente da vacina norte-americana, indicada apenas para maiores de 12 anos, a Coronavac foi testada e assegurada para toda a população a partir de três anos de idade.

Do Vietnã, vem a informação do risco de uma grande contaminação pela variante Delta, ou Indiana, como é mais conhecida no país do sudoeste asiático. Segundo o brasileiro Kleber Ribeiro Cunha, professor de inglês que mora em Ho Chi Min (antiga Saigon), a população está amedrontada. Uma das primeiras consequências está sendo o desabastecimento em supermercados e feiras livres. A vacinação, segundo Ribeiro Cunha, ocorre de maneira lenta e em menor ritmo do que no Brasil.

No Brasil, já foram registrados 20 casos da variante Delta, com duas mortes confirmadas. O Paraná é o estado onde há maior ocorrência, com sete infecções comprovadas, de acordo com levantamento feito pelo canal CNN. O Maranhão, primeiro estado a registrar casos dessa variante no País, tem seis casos registrados. Goiás, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo também anunciaram casos.

Em São Paulo, a Secretaria Municipal de Saúde informou ontem que um caso inicial da cepa Delta foi identificado em um homem de 45 anos que trabalhava em casa e não tinha histórico de viagens nem contato com viajantes. Entretanto, o inquérito epidemiológico feito para localizar a origem da infecção do primeiro caso da variante Delta ainda não rendeu uma conclusão definitiva. Fato que demonstra indicativo de uma transmissão comunitária da cepa inicialmente identificada na China.

"Quando há um aumento da transmissão do vírus em uma comunidade, o que o cidadão tem que fazer é tomar conta de si mesmo", Prof. Tal Brosh, Samson Assuta Ashdod Hospital, Jerusalem, Israel

Ir para IPO News