Oi consolida venda de ativos de R$ 30,7 bilhões

Oi consolida venda de ativos de R$ 30,7 bilhões

Com o leilão do controle da InfraCo, sua empresa de fibra óptica, a Oi consolidou vendas de ativos num total de R$ 30,7 bilhões, informou hoje o jornal Valor. Desde novembro do ano passado, a operadora se desfez de quatro grandes grupos de ativos.

A comercialização da InfraCo foi feita em cima da única proposta recebida - a dos fundos do BTG Pactual e da Globenet Cabos Submarinos. O valor do negócio também foi dentro das expectativas, de R$ 12,9 bilhões, por 57,9% da companhia, sendo que a Oi permanece como sócia minoritária, com 42,1% de participação.
 
Em outras vendas, a Oi vai receber R$ 1,07 bilhão referente à venda de torres de telecomunicações à Highline do Brasil. Relativo à alienação de cinco centros de dados, a empresa receberá um total de R$ 325 milhões.
 
A Oi ainda não recebeu os recursos da venda de sua operação móvel, comprada em dezembro por R$ 16,5 bilhões pelas concorrentes Claro, TIM Brasil e Vivo. O que só ocorrerá após as aprovações da Anatel e do Cade.

As receitas geradas por essas vendas irão financiar investimentos da Oi na expansão da sua rede de fibra óptica e na redução de seu endividamento. De acordo com o cronograma divulgado pela companhia, que passa por recuperação judicial, o fechamento das operações de alienação dos ativos móveis e da fatia na InfraCo está previsto para ocorrer entre o fim deste ano e início de 2022.

Ir para IPO News