Verstappen ganha GP da Hungria e abre 80 pontos como líder

Verstappen ganha GP da Hungria e abre 80 pontos como líder

O circuito mundial de Formula-1 assistiu neste domingo, dia 31, a mais uma vitória do piloto holandês Max Verstappen. Desta vez foi no GP da Hungria, no autódromo de Hungaroring, que marcou o início do período de "férias de verão" do campeonato mundial da categoria.




O piloto da Red Bull fechou a 13ª prova do ano de 2022 com uma corrida de recuperação, já que largou da 10ª posição no grid. A surpresa do resultado geral foi o segundo e terceiro lugares da Mercedes, com os ingleses Lewis Hamilton e George Russell, desempenho muito comemorado pelos dois e por toda a equipe, depois de um início de temporada conturbado, com quebras e descolocações.

O campeonato será retomado daqui a três semanas, com o GP da Bélgica. Por enquanto, Max Verstappen lidera isolado, com 258 pontos, 80 a mais do que o segundo colocado, Charles Leclerc, da Ferrari, com 178 pontos. Os demais colocados são: Sergio Pérez, da Red Bull (173), George Russell, da Mercedes (158), Carlos Sainz Jr., da Ferrari (156), e Lewis Hamilton, da Mercedes, com 146 pontos.

A principal notícia da semana no meio das corridas é, porém, o anúncio de aposentadoria feito pelo alemão Sebastian Vettel, aos 35 anos, após cumprir uma carreira vitoriosa na principal categoria do automobilismo mundial: quatro títulos consecutivos com a Red Bull em 15 temporadas disputadas, com um total de 53 vitórias e 122 pódios. Além da Red Bull, Vettel também dirigiu para a Ferrari. Hoje, tem contrato com a Aston Martin e não figura mais na disputa por títulos, sendo o 14º colocado na classificação geral, com apenas 15 pontos.



O piloto alemão não descartou, nas várias entrevistas que deu ao longo da semana, voltar a dirigir um carro de corridas em alguma outra categoria. Mas, no momento, afirmou que pretende se dedicar mais à família e aos três filhos, que estão em fase de crescimento.

Ir para IPO News