Imagem: Benoit Photo/Bloodhorse
Brasileiro Royal Ship vence o San Diego Handicap G2, em Del Mar

Brasileiro Royal Ship vence o San Diego Handicap G2, em Del Mar

Sob a direção de Mike Smith e treinamento de Richard Mandella, dois profissionais do "Hall of Fame" do turfe norte-americano, o cavalo brasileiro Royal Ship não decepcionou sua equipe "estrelada" e conquistou o San Diego Handicap (G.2), prova central deste sábado, dia 30, em Del Mar, na Califórnia, com US$ 300 mil de dotação.

Segunda força da carreira, o seis anos Royal Ship derrotou o favorito Country Grammer por 2 ¼ corpos no tempo de 1'42"75 para os 1.700 metros, na pista de areia, vindo depois Stiletto Boy e o campeão do Kentucky Derby (G.1) de 2021, Mandaloun.

A próxima apresentação de Royal Ship ainda não foi definida, disse em entrevista o treinador-assistente Gary Mandella, que substituiu o pai, acometido de Covid-19. Mas tudo indica que seja no Pacific Classic (G.1) de 3 de setembro, a grande atração da temporada de verão de Del Mar, no dia 3 de setembro.

Royal Ship é de criação do Haras Belmont em regime de pensionato no Haras Santarém, no Paraná, e pertence a Fox Hill Farms and Siena Farm. O filho de Midshipman e Bela Val, por Val Royal, vinha de terceiro na Hollywood Gold Cup (G1), para There Goes Harvard e Defunded. Sua campanha é composta por 18 apresentações, entre Brasil e EUA, com oito vitórias, US$ 570.405 em prêmios.


A disputa com Country Grammer vem se tornando um espetáculo à parte para os turfistas californianos. Em 2021, Royal Ship o derrotou no California Stakes (G.2), perdendo logo depois para o mesmo competidor a Hollywood Gold Cup (G.1), em Santa Anita.

Ir para IPO News