Commodities derrubam bolsas mundiais e B3 não sai ilesa

Commodities derrubam bolsas mundiais e B3 não sai ilesa

Após um início de pregão bastante negativo, com o índice despencando continuamente até bater mais de 2,00% por volta de 12h30, o Ibovespa recuperou parte do fôlego à tarde, para fechar em queda de apenas 0,32%, aos 98.295 pontos. O dólar, em compensação, teve mais um dia de alta (1,21%), terminando a sessão valendo R$ 5,38.

O movimento começou negativo logo cedo por conta da queda dos preços nas bolsas europeias e das principais commodities, como minério de ferro e petróleo (9,45% no barril brent). Aqui, o baque foi sentido pelos papéis da Petrobras (PETR3 e PETR4), que fecharam respectivamente com perdas de 4,15% e 3,91%. Já a queda da Vale (VALE3) acabou sendo bem menor, de 0,52%.

Em Wall Street, na reabertura dos trabalhos após o feriado nacional de Independência, as bolsas também tiveram perdas mais fortes no início das sessões, mas depois conseguiram se reequilibrar. O Dow Jones caiu 0,42%, enquanto que S&P 500 recuou 0,16%. Já o índice Nasdaq registrou boa alta de 1,75%.

Com as ações de tecnologia em alta na Nasdaq, num contraponto ao mercado de commodities, os BDRs do Banco Inter e do Nubank se beneficiaram. INBR31 saltou 14,43%, enquanto que NUBR33 apresentou ganhos de 7,26%. Já os papéis do Inter (Inter&Co Inc), subiram 11,91%, enquanto as units do Nubank (NU), tiveram alta de 6,39%. Algumas das principais ações dessa bolsa também subiram fortemente, como a Google (4,44%), Amazon (3,66%) e Tesla (2,57%).

Apesar das baixas hoje, algumas ações da B3, sobretudo do ramo do varejo, se saíram bem: MGLU3 (12,21%), VIIA3 (12,02%), AMER3 (9,89%), PETZ3 (8,13%) e BRFS3 (7,67%). Na margem oposta, caíram: PRIO3 (7,15%), RRRP3 (7,08%), PETR3 (4,15%), PETR4 (3,91%) e GOLL4 (3,55%).

Ir para IPO News