There Goes Harvard |
There Goes Harvard vence a Hollywood Gold Cup (G.1), em Santa Anita Park

There Goes Harvard vence a Hollywood Gold Cup (G.1), em Santa Anita Park

O cavalo There Goes Harvard já nasceu com nome de quem enfrentaria as melhores turmas, o que de fato se sucedeu quando o filho de Will Take Charge em égua por Fusaichi Pegasus foi para as pistas e ganhou no domingo a importante Hollywood Gold Cup (G.1), uma das principais provas da Costa Oeste e de todo o turfe norte-americano, e que já foi vencida pelo brasileiro Siphon.

A notícia é melhor ainda quando se sabe que tanto Will Take Charge quanto Fusaichi Pegasus serviram na criação uruguaia em shuttlings implementados pela Belair, empresa do manager brasileiro Eduardo Guimarães. Uma rara oportunidade que se apresentou para criadores uruguaios e brasileiros também, sobretudo os do Sul do País.



Will Take Charge

Will Take Charge (Unbridle's Song), ganhou sete corridas, inclusive o Travers Stakes (G.1 - 2000mD), em Saratoga, com 3,9 milhões de dólares em prêmios. Foi treinado por D. Wayne Lukas.


Fusaichi Pegasus

Fusaichi Pegasus (Mr. Prospector), ganhou seis corridas, inclusive o Kentucky Derby (G.1 - 2000mD), com 1,9 milhão de dólares em prêmios. Foi treinado por Neil Drysdale.

Se a criação no Uruguai se desenvolveu muito nos últimos anos, começando a competir com Argentina, Chile e Brasil, tal fato muito se deve a importações desse quilate, que melhoraram o élevage no renascente turfe do país vizinho.

O craque Siphon, citado no início deste texto, foi outro campeão da Hollywood Gold Cup que teve seu merecido destino na criação. Ao encerrar vitoriosa campanha nos EUA, recebeu a chance fundamental na reprodução no Airdrie Stud, no Kentucky. Uma propriedade do ex-governador desse estado e destacado criador, Brereton C. Jones, em negócio igualmente intermediado pela Belair.

Ir para IPO News