Argentina x Brasil em San Juan pelas Eliminatórias da Copa | Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Seleção brasileira domina jogo na casa dos argentinos

Seleção brasileira domina jogo na casa dos argentinos

A seleção brasileira fez ontem sua melhor exibição dos últimos meses, no empate em 0x0 contra a Argentina. Embora sem vitória ou gols, o jogo foi emocionante do começo ao fim, com o time não se impressionando com a pressão do "alçapão", um estádio pequeno na cidade de San Juan, interior argentino.

A partida já foi marcada nesse campo para botar pressão e conquistar a classificação em cima dos brasileiros para a Copa 2022, no Catar. Mas não funcionou. A equipe de Tite se impôs dentro de campo, não entrou na troca de pontapés e nas milongas tão comuns dos concorrentes. Com direito até a exibição do jovem atacante Vinicius Júnior, de 21 anos, titular do Real Madrid, que fez uma jogada espetacular na área, tirando dois adversários do jogo em uma sequência de irritar jogadores e torcida.

Além disso, o Brasil jogou sem alguns titulares, como Roberto Firmino (substituído pelo garoto Vinicius) e Neymar. Um conjunto de fatores que levou o jornalista José Trajano a comentar, em sua coluna no site UOL, após a partida: "O Brasil pode jogar sem Neymar. Argentina não pode jogar sem Messi", numa alusão ao fato de os dois atletas, colegas no PSG, simbolizarem a dependência que suas respectivas seleções sempre tiveram na inspiração deles para apresentar um bom futebol.

Ir para IPO News