Kelvin Hoefler exibe a primeira medalha de prata da história do skate olímpico, no pódio de Tóquio 2020 | Imagem: Foto: REUTERS/Toby Melville
Tóquio: Brasil é prata no skate e bronze no judô

Tóquio: Brasil é prata no skate e bronze no judô

O skatista Kelvin Hoefler, de 27 anos, é o primeiro atleta brasileiro a ganhar uma medalha olímpica em Tóquio. Foi neste domingo que Hoefler ficou com a prata na prova de street, perdendo apenas para o japonês Yuto Horigome, que levou o ouro.

A conquista é a confirmação que essa nova modalidade esportiva poderá subir mais algumas vezes ao pódio e reforçar o resultado do País na disputa por medalhas. Kelvin, que nasceu no Guarujá (SP), conquistou a vitória mais importante de sua carreira, uma vez que já tinha vencido os X-Games em Minneapolis (EUA) e Noruega.



Daniel Cargnin (Foto: REUTERS/Sergio Perez)

A segunda medalha brasileira foi obtida também na manhã deste domingo pelo judoca Daniel Cargnin, de 23 anos, ao vencer sua última luta contra o israelense Baruch Shmailov. Ele triunfou na categoria meio-leve (até 66 quilos), em que a medalha de ouro ficou para o japonês Hifumi Abe.

Daniel Cargnin é um atleta gaúcho considerado a grande revelação do judô masculino dos últimos anos, pois foi campeão mundial junior em 2017 e vice-campeão dos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019.

Ir para IPO News